Dona Sílvia completa 105 anos em Patos de Minas

Conheça um pouco da história de Dona Sílvia, a senhora que durante a longa vida teve 12 filhos, 35 netos, 59 bisnetos e 19 trinetos.

Caio Machado
24/08/2016 - 15h02

Dona Sílvia completa 105 anos em Patos de Minas

A idade já ultrapassa um século. São 105 de existência de Dona Sílvia, uma senhora que durante a longa vida teve 12 filhos, 35 netos, 59 bisnetos e 19 trinetos. Os filhos estão espalhados por todo o país. Alguns residem em Brasília, Goiânia e Tocantins, mas a grande concentração mora em Patos de Minas e Brasília.

Silvana é a filha mais nova. Tem 58 anos e atualmente é a filha que reside e cuida de Dona Sílvia. Segundo a caçula, apesar da idade a mãe ainda é bastante independente. “O que ela consegue fazer sozinha, ela não gosta que ninguém ajude. Ela ainda faz a higiene pessoal sozinha. Na hora do banho, quando estou junto dela, ela prefere tomar banho sozinha”.

O sitio onde os filhos foram criados em Patos de Minas já não existe mais. Porém uma neta pintou um quadro da antiga moradia e este fica exposto na sala onde Dona Sílvia reside.

Mário Ferreira é o filho mais velho e tem 80 anos. Para ele, o segredo da longevidade da mãe é o respeito dos filhos. “Acho que o segredo dela vem do respeito, amor e carinho que ela sempre nos transmitiu. Uma coisa que ela nos ensinou é que todo dia antes de deitar, precisamos levantar e dar a benção a todos”, afirmou Mário.

Silvana foi casada com o Seu Joaquim Ferreira. Ela ficou viúva no ano de 1969, quando ele tinha 66 anos. Foram 36 anos de casamento. A maior luta do casal foi uma convocação para a Segunda Guerra Mundial, no início do namoro, que resultou na deserção de Seu Joaquim.

“É uma história de amor. Quando ela namorava meu pai, ele foi convocado para ir para a Segunda Guerra Mundial. Ele já estava dentro do caminhão para ir pra guerra, quando a coragem e o amor falaram mais alto.”

“Ele pulou do caminhão e ficou escondido dentro do mato por vários dias. Passando fome, sede e frio para não ter que ir para a guerra. Se não fosse essa coragem e esse amor, hoje provavelmente nossa família não existiria”, descreveu emocionada a caçula Silvana.

A vida de Dona Sílvia se resume aos filhos e ao completar 105 anos, todos se reuniram para comemorar o aniversário. Uma grande festa foi marcada. “170 pessoas vieram de longe para o aniversário. Todos da família. Contando com noras, genros, maridos e esposas de netas e netos”, completou Silvana.


  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
Reportagem: Igor Nunes
Imagens: Bruno Pires