Olheiras têm tratamento?

Conheça soluções simples e caseiras que podem amenizar aquela incômoda marca de cor arroxeada ao redor das pálpebras.

Não informado
20/10/2011 - 11h21

Olheiras têm tratamento?

Uma noite mal dormida ou pura genética? Aquela profunda marca de cor arroxeada que se forma ao redor das pálpebras e deixa uma aparência cansada e envelhecida no rosto é um mal que persegue mulheres e homens de todas as idades.

As olheiras, como são conhecidas surgem devido à alta concentração de melanina ou em decorrência do congestionamento dos vasos capilares da região em torno dos olhos e, podem se agravar devido ao cansaço, alergia, insônia, envelhecimento ou excesso de sol.

O que muitos não sabem é que alguns cuidados no dia a dia podem ajudar a amenizar as “tão temidas olheiras”. As soluções simples e caseiras como as aplicações de compressas geladas de chá-preto e de pepino são algumas delas. Já os cosméticos também estão na lista dos aliados para afastar o problema.

Para a esteticista da Adcos Cosmética de Tratamento, Marta Foppa, o mais indicado para amenizar as olheiras são os cosméticos, tanto pela sua eficiência, facilidade de aplicação, promessa de inovação da face e custo/benefício. “As olheiras sempre dão aquele ar de cansaço e para evitar este problema existe uma grande disponibilidade de fórmulas no mercado que se valem de descongestionantes, anti-radicais livres, cremes com vitamina C, ácido retinóico e glicólico.

Apesar da grande oferta, Marta Foppa ressalta que é preciso que as pessoas fiquem atentas ao

uso de tratamentos que prometem muito, porém não são tão eficientes e ainda podem causar alergias nas pálpebras. “As olheiras continuam sendo um desafio para os profissionais, mas hoje já temos bons tratamentos para diminuí-las, basta saber escolher”.

A esteticista ainda ensina que caso a pessoa opte pelo tratamento cosmético, deve se usar os movimentos corretos na hora de aplicar o produto. “Para um bom efeito é necessário antes de qualquer coisa estar com a pele limpa. Depois deve se aplicar o produto na parte inferior do contorno dos olhos, fazendo movimentos de fora para dentro, ou seja, na direção do nariz, pois, assim, a circulação no local é estimulada”, ressaltou Marta Foppa.